Portal da Transparência

IPTU 2021

  • IPTU - 2021

DOA - Diário Eletrônico de Auriflama

  • DOA - Diário Eletrônico de Auriflama

Acesso à Informação

  • Acesso à Informação
  • Acesso à Informação - Presencial
  • Decreto - Acesso à Informação

Clima Local



121 empresas iniciaram as atividades em Auriflama



Cerca de 121 empresas iniciaram as atividades na cidade de Auriflama no ano de 2021. É o que aponta um levantamento realizado pelo Setor de Lançadoria da Prefeitura de Auriflama. 

O número retrata o momento de retomada econômica da cidade mesmo diante do enfrentamento a pandemia de coronavírus, que apresenta impactos nos setores produtivos.

No levantamento, há o destaque para novas MEIs (Microempreendedor Individual), que é a formatação jurídica de quem trabalha por conta própria.

Neste formato, é necessário possuir uma renda bruta que não ultrapasse R$ 81 mil por ano, ou seja, R$ 6.750,00 reais de renda bruta mensal. Além disso, só é permito o registro em carteira assinada de um empregado e não se pode ter participação em nenhuma outra empresa, seja como sócio, seja como titular.

AURIFLAMA REGISTRA ALTA NO NÚMERO DE EMPREGOS

Segundo dados divulgados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério da Economia, o município de Auriflama registrou no mês de maio deste ano 73 admissões e 44 desligamentos, com saldo positivo de 29 novos empregos formais.

Mesmo diante da crise causada pela pandemia de coronavírus, o levantamento também aponta que Auriflama registrou alta no número de empregos em todos os meses de 2021, totalizando 391 contratações com carteira assinada até o momento.

No mês de janeiro, por exemplo, foram 84 contratações. No mesmo período, as empresas 41 trabalhadores foram desligados de seus postos de trabalho.

Já o mês de fevereiro foi o período com mais contratações até o momento. Foram 102 contratações, contra 59 demissões. O mês de março também manteve a tendência de crescimento. Neste período foram 89 admissões, ante 51 desligamentos.

Entretanto, o mês de abril, como reflexos de restrições econômicas mais duras, a geração de emprego apresentou uma leve desacelerada, apesar disso, registrando saldo positivo. Foram 43 contratações e 41 demissões.

Já no mês de maio, foram 73 admissões e 44 desligamentos, o que gera um saldo positivo de 29.