Prefeitura Municipal Prefeitura Municipal Prefeitura Municipal Prefeitura Municipal Prefeitura Municipal Prefeitura Municipal Prefeitura Municipal Prefeitura Municipal Prefeitura Municipal Prefeitura Municipal Prefeitura Municipal Prefeitura Municipal

Vem aí AUREAFRICA - Mostra Regional de Cultura Afro-brasileira - de 22 a 30 de agosto. 




Aureafrica: espetáculos movimentam a cidade

O Aureafrica - mostra regional de cultura afro-brasileira - que teve início na sexta-feira, dia 22, coloca Auriflama no cenário cultural devido a intensidade de ações culturais desenvolvidas pela divisão da cultura. Neste final de semana, o público auriflamense terá a oportunidade de acompanhar dois espetáculos que trarão brilho e emoção à cidade.

No sábado, dia 23, a Cia. Yallodê Lattari de Ourinhos reapresentou o espetáculo “Raça, Veias do Brasil”, na Praça da Matriz. O grupo contou a história do povo africano no Brasil, através da dança, do teatro e da música buscando a aproximação da população aos conhecimentos em cultura afro-brasileira.  

No domingo, dia 24, foi a vez do consagrado grupo Black Voices Negro Spirituals – a força da voz - subir no Palco Aureafrica. O sexteto cantou a capela, sendo que a apresentação é uma realização do Sesi-SP (Serviço Social da Indústria). O show musical inédito possui uma variação de erudito e popular com cantigas do período da escravatura, manifestando sentimentos de profunda fé e esperança aos presentes.

Para o diretor de divisao de cultura no município Higor Advenssude, o projeto desenvolvido este ano foi elaborado para toda a comunidade, cada apresentação tem sua historia. “Tudo está sendo preparado com muito carinho, estamos atentos a cada detalhe, vamos juntos reviver a historia que registram detalhes de nosso país”, comenta.

 






Começam as aulas do Curso de Atendente e Recepção

Para acompanhar a globalização - um fenômeno social que ocorre em escala global - é preciso se preparar. Esse processo consiste em uma integração em caráter econômico, social, cultural, exigindo cada vez mais conhecimento.

As empresas procuram por profissionais capacitados e prontos para o mercado de trabalho, pois isso, visando capacitar os munícipes para esse concorrido mercado é que a atual administração vem desenvolvendo vários projetos em parceria com o Governo Estadual, Sindicatos e instituições de ensino.            

Na última segunda-feira, dia 18, mais um curso de capacitação teve inicio no município, trata-se do Curso de Atendente e Recepção do Via Rápida Emprego, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, em parceria com o Departamento de Assistência e Promoção Social.   

As aulas estão sendo ministradas na Emeif (Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental) Conceição de Oliveira Moreira, pelo professor Ivaldo Nutti Cândido que abordará o perfil profissional de um atendente recepcionista durante os ensinamentos.

Para a prefeita Ivanilde Rodrigues (PMDB), esse projeto vem capacitar e preparar os a comunidade para o futuro. “Assumimos um compromisso em campanha, e em apenas um ano e meio de Governo já realizamos vários projetos e muitos que passaram pelos cursos já estão trabalhando”, comenta a prefeita.

 “O Via Rápida Emprego é o mais conceituado programa de capacitação de mão de obra do Estado e oferece cursos básicos de qualificação profissional de acordo com as demandas regionais, os alunos recebem uma bolsa auxílio no valor de R$ 460,00 (quatrocentos e sessenta reais)”, finaliza Ivanilde.

Podem participar do programa pessoas maiores de 16 anos que tenham concluído o ensino médio, com prioridade aos candidatos desempregado, com maior idade e menor escolaridade.






Jovens participam de Oficina de Construção de Tambores

Os trabalhos do Projeto Aureafrica tiveram início no sábado, dia 16, e domingo, 17. A Divisão de Cultura em parceria com o Departamento de Assistência e Promoção Social, realizou com os jovens integrantes do Programa Ação Jovem, do Cras (Centro de Referência e Assistência Social) a Oficina de Construção de Tambores.

As técnicas de confecção deste instrumento de percussão foram compartilhadas pelos artistas Gustavo Prione e Fernanda Echya, que também são integrantes do Grupo Nação do Maracatu Porto Rico, da cidade de Recife.

Fernanda Echya comenta que o tambor, conhecido como alfaia, serve como base para o ritmo do maracatu, uma das expressões da cultura popular brasileira. “Além do valor cultural, o aprendizado agrega valor financeiro aos jovens, visto que cada tambor pode ser vendido por R$ 400,00 (quatrocentos reais)”, disse.

Para Gustavo Prione o objetivo é contribuir para a disseminação do maracatu na cidade de Auriflama e região. “Queremos apoiar e fomentar as manifestações da cultura popular, com atividades ligadas a produção afro-brasileira”, afirmou.

 






FACEBOOK
TWITTER